Projeto Semear

História do Projeto Semear

O PROJETO SEMEAR

iniciou-se no ano de 1998, fundado por Arízio Ribeiro dos Santos, após ter deixado o vicio do alcoolismo e drogas.

Inicialmente era um trabalho feito com meninos de rua em sua própria residência situada no Setor Oeste região central em Goiânia. As crianças se reuniam para reuniões de aconselhamento que após seus términos eram servidos lanches as mesmas. Neste local, as reuniões permaneceram em torno de um ano e meio de duração.

Foram atendidas em média sessenta e duas crianças entre meninos e meninas, sendo que 42 dessas regressaram para seus lares restauradas e preparadas para enfrentar os problemas do dia a dia ao lado de seus familiares. Mas o Sr. Arízio permanecia no mesmo local de portas abertas aguardando outros meninos e meninas para passar aos mesmos suas experiências e relatos de sua vida na imersão as drogas e alcoolismo e de como sua vida havia mudado após sua reabilitação.

Surge então a idéia de seu Arízio que dera inicio a atual ONG Projeto Semear na região periférica de Goiânia , precisamente no bairro Residencial Itaipu , local de área verde em que ele e sua esposa acabaram de adquirir um terreno para construírem uma chácara para lazer de sua família . Mas o que aconteceu foi que vendo a situação das crianças do bairro resolveu na nova casa dar continuidade ao trabalho iniciado no Setor Oeste.

Mas dessa vez o trabalho era feito com autorização dos pais e por ser um lugar de bela natureza e possuir campos de futebol se tornava um ótimo atrativo para o desenvolvimento deste trabalho .

“ Em vez de esperar as crianças se drogarem ou se delinqüirem , para ajudá-las porque não fazermos um trabalho que evite que isto ocorra?” Ele idealizou algo diferente de todas as instituições conhecidas, algo que suprisse a necessidade imediata destas crianças e adolescentes evitando que eles abandonassem suas casas e fossem parar nas ruas .

Iniciou o trabalho usando como diretrizes e slogan “PREVENIR E EDUCAR É MELHOR QUE RECUPERAR” acreditando que a prevenção acompanhada de uma boa educação faria com que esses jovens se fortalecessem em sua vida familiar e social.

No começo eram 10 alunos após 3 meses esse número cresceu extraordinariamente para 140 educandos entre crianças , adolescentes e jovens assíduos do projeto , com pouco mais de um ano apenas de existência , ao procurar a FUNDEC a ONG buscou o registro que foi efetivado , e a partir de então conveniada com a mesma.

Nesta nova etapa houve um empenho muito grande em conseguirem recursos para fornecerem cursos e alimentação aos alunos , nesse período o número dos freqüentadores já se aproximava de 240 alunos. Foram feitas algumas parcerias.

Em 2006 conseguiram voluntários e parceiros novamente, se mantendo precariamente .

O prefeito em exercício declarou ao diário oficial que o projeto semear funcionaria como CASA DE CULTURA do setor Residencial Itaipu, proporcionando assim uma nova gama de voluntários na área artística e musical , em que os responsáveis pela instituição

Elaboraram um projeto de Lei de Incentivo a cultura , parte do mesmo foi aprovado , foi adquirido alguns instrumentos e materiais para circo e através do Governador do Estado daquela época obteriam o Pão e Leite.

Todas essas conquistas aconteceram por mobilizarem a comunidade atendida em busca de melhorias para a mesma. Alguns anos se passaram e no mandato do prefeito seguinte Iris Rezende o Projeto continuou como Casa de Cultura e a Universidade Federal (UFG) , através do departamento de pós graduação e estágio , passaram a ministrar aulas na instituição e permanecem até hoje .

No ano de 2008, com aproximadamente 150 crianças, uma grande vitória para o projeto e comunidade consegue-se com muito esforço o convênio com o PETI e a prefeitura.

Seguimos atualmente com esses convênios aguardando respostas de alguns projetos como Lei de incentivo a Cultura Municipal e Ponto de Cultura Federal.

Nesse momento nos mantemos empenhados e certos de que mesmo tendo passado por vários obstáculos estamos atingindo nosso objetivo principal que é o de prevenir a inserção de crianças e adolescentes de estarem nas drogas, prostituição e criminalidade.

 

Objetivos

O que temos observado é que a maioria dos programas de ajda aos jovens se baseiam ou se fundamentam no trabalho e recuperação no momento em que já estão envolvidos com drogas, criminalidade, prostituição, etc.

A proposta do Projeto Semear é realizar ações preventivas e reparativas de maneira harmônica, capaz de integrar os pais e os adolescentes em busca do bem estar de todos através das ocupações oferecidas pela instituição e trabalhar para a elevação da qualidade de vida, ajudando na travessia da desigualdade social.

Para manter estes jovens observou-se através de levantamento das condições econômicas das famílias a importância da alimentação adequada, além de acompanhamento médico e psicológico, necessários à formação da moral e do caráter de um cidadão preparado para o seu convívio social.

Acompanhamento dos estudos curriculares da escola que o jovem freqüenta, para auxiliá-lo nas dificuldades de aprendizado, incentivando ao crescimento intelectual e cultural.

No departamento de Gestão Ambiental a equipe ANJOS AMBIENTAIS, treinada e preparada aos primeiros socorros, orientados sobre a fauna e flora, participam de movimentos sociais, ajudando e orientando a população na necessidade de cuidarmos do meio ambiente em que vivemos, tornando nossa casa, bairro e cidade um exemplo. Desenvolvem um trabalho de conscientização nas escolas com palestras sobre o meio ambiente, recrutando alunos e cidadãos comuns a participarem do trabalho como voluntários.

 

.

FUNDADA em 24.03.2002 CNPJ 05.039.050/0001-04
Conselho Municipal do Direito da Criança e Adolescente196CMDCA
Conselho Municipal de Assistência Social -0213 MASGyn
Utilidade Publica Federal- Portaria do MJ nº 1.612 de 27 de julho de 2012
Utilidade Publica Estadual- Lei nº 17.589 de 02 de Abril de 2012
Utilidade Publica Municipal- Lei nº 9.141 de 07 de Maio de 2012
CEBAS – Portaria nº 43, de 31.03.2015 MDS da SNAS

Linha do Tempo Projeto Semear

Atividades

As crianças atendidas pelo Projeto Semear são envolvidas em trabalho com a comunidade e assim aprendem lições que formarão o caráter e lhes darão um rumo a seguir quando adultos.

Para isso, oferecemos a todos os participantes diversas atividades sociais, educacionais e culturais.

Entre elas:

  • Visita ao Exército Brasileiro – Batalhão de Operações Especiais
  • Contato com a natureza – banho de represa
  • Aulas de Música (Violão, Teclado, Canto, Percursão e Flauta) – Parceria UFG
  • Atendimento psicológico.
  • Aulas de xadrez.
  • Aulas de reforço.
  • Anjos Ambientais (Parceria com o Batalhão florestal da PM-GO).
  • Agricultura Orgânica (Hortas).
  • Acompanhamento escolar.
  • Pratica de atividades físicas e esportes como futebol, capoeira, vôlei entre outros.

Aulas de Música no Projeto SEMEAR

Aulas de música ministrada para as crianças e adolescentes atendidos pelo Projeto SEMEAR, ministrada pelos estagiários da UFG. Violão, Percursão, Flauta, Canto e Teclado.
Veja a galeria de Fotos: